Notícias

RH FETAL: MÃES RH NEGATIVO DEVEM SE PREVENIR DA ERITROBLASTOSE FETAL

16/05/2019 - 18:04

O exame também pioneiro,   oferecido no RDO permite a identificação do Rh fetal a partir da 8ª semana de gestação, através de uma simples coleta de sangue materno. 

Mulheres com tipagem do sistema Rh negativo, devem estar atentas a uma doença que pode afetar o bebê, denominada Eritroblastose Fetal.

Essa doença se manifesta, caso o bebê seja Rh positivo, herdado do pai, sensibilizando a mãe Rh negativo, que irá produzir anticorpos, que atravessam a placenta e atacam o sistema sanguíneo do feto.

Como esse processo de sensibilização ocorre geralmente logo após o parto, a primeira gestação da mulher Rh negativa raramente traz consequências prejudiciais ao bebe. No entanto, na segunda gestação, as complicações podem ser graves. Daí a importância da correta investigação do fator Rh fetal para tratamento adequado.