O QUE É HISTEROSCOPIA?

Este procedimento usa o histeroscópio – um aparelho que contém uma fibra óptica de 10 milímetros de diâmetro que transmite luz e capta imagem através de uma microcâmera.

Introduzido por via endocervicovaginal, o equipamento capta e transmite imagens do interior do útero para um monitor de TV, o que permite ao médico e à mulher acompanhar o exame em tempo real.

O procedimento é bem simples, e pode ser realizado em mulheres de qualquer idade, inclusive com hímen, seja no ambiente ambulatorial ou hospitalar e, dependendo do tipo de histeroscopia (diagnóstica e ou cirúrgica), pode ser feito com ou sem anestesia.

A histeroscopia muitas vezes é solicitada como um exame complementar para investigar algum achado no exame de ultrassonografia pélvica.

A histeroscopia é indicada em situações como:
· Abortamentos de repetição;
· Adenocarcinomas;
· Aderências uterinas;
· Alterações na camada endometrial;
· Infertilidade;
· indicar e controlar cirurgias uterinas;
· Miomas;
· Pólipos;
· Sangramentos fora do período menstrual.

Há muitas outras situações para a sua indicação, entretanto a principal razão ainda é o sangramento anormal e, quando necessário, é possível a realização de biópsias.

A histeroscopia também é usada para fazer laqueadura e auxiliar no diagnóstico e acompanhamento de lesões do colo uterino causadas pelo HPV (Papiloma Vírus Humano).

Agendamento para exames ligue (11)3065-0800 ou atendimento@rdo.med.br

Dr. Ricardo M. de Oliveira
Fundador – Diretor Clínico – Técnico responsável
CRM 26218

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conversar
1
Olá, tudo bem?
Você quer marcar exames?